não é bueiro, mas também explode

ela vem todos os meses, mas nunca igual. e eu nunca me acostumo quando ela chega feroz, destruindo o que vê pela frente.

essa linda, a TPM, fode com a minha vida. a sensibilidade escrota que vem junto inviabiliza qualquer ser humano de viver com outros seres de forma minimamente decente.

absolutamente tudo vira motivo de choro – o que vale ou não o choro. devem ser as lágrimas acumuladas que a gente não deixa sair ao longo do mês. mas eu não choro, porque vai estragar a maquiagem.

              e é quando eu entendo perfeitamente o porquê de o porte de armas não ser legalizado.

aí, dá raiva de não ganhar bem e ter de fazer milhões de frilas e não ter vida social e não poder pagar um plano de saúde decente para os pais. e dá vontade de matar todo mundo por isso e por todos os outros motivos existentes no universo.

aí, decido me recompensar e almoço no mcdonald’s (é, isso mermo. se não gostou, me pega) e ainda compro dois vestidos na hora do almoço. melhoro consideravelmente.

até eu quase ser atropelada por um débil mental de BICICLETA. a vontade de cometer assassinatos em série com requintes de crueldade volta com força total. Mas preciso manter a cara e a voz aparentando que está tudo bem…

viver em sociedade é uma bosta!

Anúncios